mateus alves.jpg

HISTÓRIA

Talvez nem mesmo Mateus Alves acreditasse que sua música autoral "Te Trouxe Essa Canção", postada no YouTube em 2010 sem pretensão nenhuma além de mostrá-la aos amigos, faria tanto sucesso e se tornaria conhecida em diversos lugares do país tal como foi. O cantor, compositor, músico e intérprete, hoje considera seu trabalho muito mais profissional e maduro, conseguindo expressar em suas músicas todo sentimento de amor e alegria da qual gosta de falar.

Em 2017, Mateus lançou seu novo trabalho autoral e o dividiu em três álbuns, divulgados ao longo do ano. “Rabiscos” foi o primeiro, contendo o sucesso de longa data “Te Trouxe Essa Canção”, além de quatro inéditas, levando o músico a mais de 400 mil plays só no Spotify. “Faz Caber” deu sequência ao seu ano de lançamentos, sendo um álbum com mais quatro canções próprias.

Agora, para fechar seu ano de lançamento, Mateus apresenta ao público o seu terceiro álbum. “Sofá da Sala”, nome de uma das faixas, segue com a linha romântica, suave e intimista do cantor em 4 canções inéditas, todas de composição própria. 

O goiano desde sempre andou na contramão da música de seu estado. Apesar de Goiás ser predominantemente Sertanejo, ele sempre buscou influências em outras bandas e artistas brasileiros, como Charlie Brown Jr. e Tiago Iorc, bem como artistas internacionais, não podendo deixar de citar John Mayer, Bruno Mars e James Bay, formando um estilo único e diversificado, já que não nega de onde veio e vez ou outra ainda senta nas rodinhas de amigos e se arrisca em arranjos de viola e segunda voz para algum companheiro sertanejo.

"Gosto de cantar sobre o amor porque sem amor, o que seria de nós? Me deixa falar das coisas bonitas do dia a dia, das casualidades que nos faz ser quem somos e nos apaixonar por quem nos apaixonamos. De coisa ruim, o mundo já tá cheio, né?"

 

Assista aqui aos vídeos antigos do Mateus!